SÚPLICAS EFICACÍSSIMAS

SÚPLICAS EFICACÍSSIMAS Para serem recitadas em estado de graça, a fim de se alcançar aquilo que se tem mais necessidade.Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Amém. São José, protetor e advogado nosso, a vós é que recorro para que me alcanceis a graça que me traz a vossos pés gemendo e suplicando. Sim, é verdade que os desgostos presentes, as amarguras que me cruciam e as desolações que me circundam, são o justo castigo de meus pecados. Reconheço que sou culpado de tantos erros, mas perderei então a esperança de ser ajudado por Deus e desesperar-me-ei? “Não, certamente não, míseros pecadores, exclama Santa Teresa, a vossa maior devota, a propagadora de vossas glórias, em qualquer necessidade, por mais grave que seja, recorrei à eficaz intercessão do patriarca São José; procurai-o com fé verdadeira, e vossas súplicas certamente serão atendidas.”  Confiante, pois, me prostro ante vosso glorioso trono e de vós imploro piedade e misericórdia. Ah! São José, fazei tudo quanto está em vosso poder para aliviar minhas tribulações. A minha fraqueza supri-a vós! Poderoso como sois, fazei que, obtendo por vossa piedosa intercessão a graça, ardentemente, desejada, possa eu, alegre e contente, achegar-me de vosso altar para, agradecido, render-vos homenagens de gratidão e em vossa honra cantar, jubiloso, hinos de louvores e agradecimentos. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai. Não vos esqueçais, ó glorioso São José, que jamais pecador algum, recorrendo a vós, ficou iludido na fé e esperança que pôs em vós. Numerosíssimas são as graças que fulgem e os favores que brilham, alcançados aos pobres aflitos por vossa intercessão. Doentes de todo gênero, infelizes de toda espécie, oprimidos, caluniados, traídos, abandonados de todo conforto humano, miseráveis necessitados de pão e de amparo, de todos que recorrem à vossa real proteção, são ouvidas as súplicas.Ah! Não permitais, ó grande santo, que entre tantos beneficiados seja eu o único, que chorando e aflito, fique privado da graça que vos pedi. Mostrai-vos, também, poderoso e liberal, e minha língua, meu coração e minha alma agradecendo-vos hão de cantar: “Viva, eternamente o pai adotivo do Verbo Encarnado, ó gloriosíssimo São José”. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai. Ó chefe excelso da Sagrada Família, eu vos venero, profundamente, e de coração vos invoco. Já a milhares de almas aflitas, que vos invocaram antes de mim, concedestes conforto, paz, graças e favores. Dignai-vos consolar, também, a minha alma atribulada que não encontra descanso no meio das angústias que a oprimem. Sapientíssimo santo, bem conheceis em Deus todas as minhas necessidades, mesmo antes que vos suplique, portanto, conheceis, perfeitamente, quanta necessidade tenho da graça que vos peço. Nenhum coração humano pode consolar-me. Por vós quero ser consolado, e por vós mesmo, ó glorioso santo.      Se me concedeis a graça que vos peço, com tanta insistência, hei de propagar vossa devoção, ajudar a sustentar as obras que surgem em vosso nome para alívio de tantos outros infelizes. Ó São José, consolador dos aflitos, compadecei-vos de minha dor. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.  Pode-se rezar a Ladainha a São José Ajuntem-se mais estas breves súplicas às pessoas adoráveis as Santíssima Trindade. Eterno Pai, pelo amor que tendes a São José, que entre todos o escolhestes para ser vosso representante aqui na terra, tende piedade de mim. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai. Eterno Divino Filho, pelo amor que tendes a São José, vosso fidelíssimo guarda na terra, tende piedade de mim. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai. Eterno Divino Espírito Santo, pelo amor que tendes a São José, que com tanta solicitude guardou a Maria Santíssima, vossa esposa predileta, tende piedade de mim. Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai. Termina-se com as seguintes invocações: Ó excelso Esposo de Maria e Pai adotivo de Jesus, pelo tesouro de vossa perfeitíssima obediência a Deus, tende compaixão de mim.Pela vossa santa vida, cheia de méritos, ouvi-me.Pelo vosso poderosíssimo nome, ajudai-me.Pelas vossas santas lágrimas, tende compaixão das minhas.Pelo vosso clementíssimo coração, favorecei-me.Pelos vossos dolorosos suspiros, tende piedade do meu sofrer.Pelas vossas sete dores, tende compaixão de mim.Pelos vossos sete gozos, consolai-me o coração.São José, ouvi-me!São José, atendei-me!São José, tende compaixão de mim!De todo mal da alma e do corpo, livrai-me!Socorrei-me com a vossa santa proteção, e na vossa misericórdia e poder alcançai-me do Senhor, aquilo que me é necessário e, especialmente, a graça que necessito. (Aqui pede-se a graça). Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai. Finalmente com grande devoção e convicção diga-se o “ Creio em Deus Pai...” CREIO em Deus Pai Todo-poderoso,/ criador do Céu e da Terra / e em Jesus Cristo, / seu único Filho, / Nosso Senhor / que foi concebido pelo poder do Espírito Santo / nasceu da Virgem Maria, / padeceu sob Pôncio Pilatos, / foi crucificado, / morto e sepultado / desceu à mansão dos mortos / ressuscitou ao terceiro dia / subiu ao céu, / está sentado à direita de Deus pai Todo-poderoso, / donde há de vir a julgar os vivos e os mortos. / Creio no Espírito Santo, / na Santa Igreja Católica, / na comunhão dos Santos, / na remissão dos pecados, / na ressurreição da carne, / na vida eterna. / Amém. Cum aprobatione ecclesiástica.