12/07/2018 O PAI DAS MISERICÓRDIAS

Quinta-feira, 12 de julho de 2018                          

 

Os 11,1-4.8.9                                                     Sl 80,2.3.15.16                                                   Mt 10,7-15

 

                                                              “O PAI DAS MISERICÓRDIAS”

 

“... Meu coração se contorce dentro de mim, minhas entranhas comovem-se.” (Os 11,8)

 

Deus está tão pessoalmente envolvido com cada ser humano que Seu coração se contorce com amor por cada pessoa. Ele é um Pai amoroso ( Os 11,4). Embora a mensagem do profeta Oséias tenha sido, até certo ponto, para nos levar ao arrependimento do pecado, a passagem de hoje revela que Deus ama a cada um de nós como um pai, com ternura.

 

Algum de vocês pode não ter experimentado o amor misericordioso de seu pai terrestre e assim tem a percepção de um Deus severo, irritado, e distante. Outros se sentem não amados por seus pais terrestres e projetam essa frieza desinteressada sobre Deus. Contudo, o amor paternal de Deus é gentil e delicado, como um pai que levanta sua pequena criança em seus braços para um beijo (Os 11,4).

 

Hoje, durante todo o dia, tenha essa imagem de Deus, o Pai gentil e delicado, gravada em sua mente. Você consegue imaginar Deus tomando-o(a) em Seus braços, levantando-o(a) para beijá-lo(a) no rosto? (Os 11,4). Você consegue imaginar o coração de Deus se contorcendo de amor por você? (Os 11,8). Ele nos revelou que é exatamente assim que Ele nos ama. Desse modo, permita hoje que Ele o(a) ame.

 

Oração: Pai, eu sou Teu; opera em mim segundo a Tua vontade. Eu quero que Tu me ames conforme a Tua vontade.

Promessa:Com vínculos humanos eu os atraia, com laços de amor eu era para eles como os que levantam uma criancinha contra o seu rosto, eu me inclinava para ele e o alimentava.” (Os 11,4)

Louvor: O Padre Jorge continua cuidando de seu rebanho mesmo depois de dez anos de sua “aposentadoria”.