07/05/2018 FALANDO SOBRE O AMOR

Segunda-feira, 07 de maio de 2018

                              

At 16,11-15                                                        Sl 149,1-6.9                                                        Jo 15,26-16,4

 

                                                               FALANDO SOBRE O AMOR

 

Quando vier o Paráclito, que vos enviarei de junto do Pai, o Espírito da Verdade, que vem do Pai, ele dará testemunho de mim.” (Jo 15,26)

 

O Espírito Santo produz testemunhos para Jesus, e nós também devemos produzir testemunhos (Jo 15,27). Quando testemunharmos por Jesus, veremos Deus abrir os corações de muitas pessoas, e elas entregarão as suas vidas por Jesus (At 16,14.15). Por outro lado, em nosso testemunho por Jesus, nós encontraremos forte oposição. Alguns podem nos levar à morte até mesmo pensando que estão louvando a Deus (Jo 16,2).

 

Testemunhar por Jesus significa falar a alguém sobre a sua experiência pessoal do amor de Jesus. Testemunhar é muito simples. Nós fazemos isso frequentemente demonstrando como nossos pais, esposos(as), filhos, família, e amigos nos amam. O Senhor escolheu fazer do testemunho por Ele algo extremamente poderoso na proclamação do Seu Evangelho para o mundo. Assim, testemunhar é extremamente desafiador para o demônio (Ap 12,11), que ataca veementemente qualquer um que possa pensar em testemunhar por Jesus. No entanto, o Senhor deu um Paráclito às Suas testemunhas, o Espírito Santo, Aquele que dará poder e coragem às testemunhas de Jesus, especialmente quando o demônio estiver tentando intimidá-los(as) (At 1,8). Então, testemunharão com poder a morte de Jesus e Sua Ressurreição (At 4,33) e farão discípulos de Jesus em todas as nações (Mt 28,19).

 

Não se entregue ao maligno espírito da intimidação. Ao invés disso, entregue-se à graça do Espírito Santo para testemunhar por Jesus.

 

Oração: Pai, que eu possa testemunhar por Jesus durante toda a minha vida até à minha morte.

Promessa:Digo-vos isto para que não vos escandalizeis.” (Jo 16,1)

Louvor: Marcia sentiu a presença real de Jesus na Eucaristia. Agora ela serve como as mãos e pés de Jesus às pessoas feridas.