04/05/2018 AMOR FIEL E DURADOURO

Sexta-feira, 04 de maio de 2018                                                                                                                           

 

At 15,22-31                                                         Sl 57,8-10.12                                                     Jo 15,12-17

 

                                                                AMOR FIEL E DURADOURO

 

... fui eu que vos escolhi ... para irdes e produzirdes fruto e para que o vosso fruto permaneça ...” (Jo 15,16)

 

Jesus, a Videira, nos guia, nós os ramos, para produzir frutos não somente abundantes, mas também permanentes (Jo 15,16). O nosso compromisso com o Senhor e o compromisso daqueles que nós tivermos levado ao Senhor terão um final feliz, se esses compromissos não forem:

- “... arraigados nele [Jesus], sobre ele [Jesus] edificados, e apoiados na fé ...” (Cl 2,7),

- confirmados pelo Espírito Santo,

- construídos sobre a rocha da escuta e da obediência à Palavra de Deus (Mt 7,24 ss),

- submetidos à autoridade da Igreja, “... coluna e sustentáculo da verdade.” (1Tm 3,15),

- provados pelo fogo “... em virtude de várias provações ...” (1Pe 1,6.7), e

- cercados por uma nuvem de testemunhas (Hb 12,1).

 

Jesus é “... o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim.” (Ap 22,13). Seu amor por nós permanece para sempre. Que o nosso amor por Ele possa permanecer para sempre.

 

Oração: Pai, Tu és o meu primeiro e eterno Amor (Ap 2,4).

Promessa:Feita a sua leitura [da carta apostólica], alegraram-se pelo consolo que trazia.” (At 15,31)

Louvor: Janete nunca havia jejuado por um dia inteiro, mas fez isso em uma Sexta-feira da Paixão, dia em que o seu Senhor morreu.