12/11/2017 AS PORTAS - 32º DOMINGO DO TEMPO COMUM

Domingo, 12 de novembro de 2017 - 32º Domingo do Tempo Comum

 

Sb 6,12-16                Sl 63,2-8                   1Ts 4,13-18              Mt 25,1-13

 

                                                            AS PORTAS

 

“... fechou-se a porta ... senhor, abre-nos!” (Mt 25,10.11)

 

Jesus bate à porta de nossas vidas. Ele nos diz: “Eis que estou à porta e bato; se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei em sua casa e cearei com ele e ele comigo.” (Ap 3,20). Jesus deseja que nós permitamos que Ele nos conheça pessoalmente. Ele quer que nós permitamos que Ele tome as nossas vidas de modo que nós digamos, confiante e diretamente: “Já não sou eu que vivo, mas é Cristo que vive em mim.” (Gl 2,20)

 

Existe uma outra porta. Ela não é a porta de nossas vidas, mas a porta da vida eterna. Quando Jesus vier até nós em nossa morte ou na Sua vinda definitiva, Ele vai querer nos levar através desta porta para a eterna vida, o amor, e a felicidade com Ele. No entanto, nós estaremos capacitados a passar através desta porta somente se tivermos permitido que o Senhor nos conheça pessoalmente, se nós O tivermos aceitado como Senhor de nossas vidas. De outro modo, a porta estará fechada, e nós ouviremos as sinistras e terríveis palavras de Jesus: “... Em verdade vos digo: não vos conheço!” (Mt 25,12). Aqueles que não são reconhecidos por Jesus e que não O conhecem serão deixados de fora, na escuridão do inferno, onde haverá choro e ranger de dentes para sempre (Mt 25,30).

 

Abra as portas de sua vida para Jesus. Ele futuramente abrirá as portas da vida eterna para você.

 

Oração: Jesus, Bom Pastor (Jo 10,11) e Porta de entrada para as ovelhas (Jo 10,7), que eu possa conhecer-te Ti da mesma forma que Tu e o Pai conhecem um ao outro (Jo 10,14.15).

Promessa:Quando o Senhor, ao sinal dado, à voz do arcanjo e ao som da trombeta divina, descer do céu, então os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; em seguida nós, os vivos que estivermos lá, seremos arrebatados com eles nas nuvens para o encontro com o Senhor, nos ares.” (1Ts 4,16.17)

Louvor: Louvor ao Senhor ressuscitado, que reina para sempre de geração em geração (Sl 146,10). Aleluia!