01/11/2017 POVO SACERDOTAL

Quarta-feira, 01 de novembro de 2017                                                                                             

Rm 8, 26-30              Sl 12, 4-6                   Lc 13, 22-30

 

                                                POVO SACERDOTAL

 

Porque os que de antemão ele conheceu, esses também predestinou a serem conformes a imagem do seu Filho, a fim de ser ele o primogênito entre muitos irmãos.” (Rm 8, 29)

 

Porque os lábios do sacerdote guardam o conhecimento, e da sua boca procura-se ensinamento; pois ele é o mensageiro de Iahweh dos Exércitos.” (Ml 2, 7). Quando os sacerdotes não exercem com propriedade o ministério do ensino dado por Deus, eles fazem “... tropeçar a muitos pelo ensinamento ...” (Ml 2, 8). Então o Senhor, de modo a proteger Seu povo, tenta corrigir Seus sacerdotes transformando suas bênçãos em maldições (Ml 2, 2) e tornando os sacerdotes “... desprezíveis e vis a todo o povo ...” (Ml 2, 9)

 

Se você é um cristão batizado, você é um sacerdote (1Pe 2,9; Ap 5,10; CIC 783.1241.1546). Desse modo, as palavras de Deus através de Malaquias se aplicam a você. São Tomás de Aquino ensinou que: “Cristo [...] realiza a sua missão profética não só através da hierarquia [...], mas também por meio dos leigos. Para isso os constituiu testemunhas, e lhes concedeu o sentido da fé e a graça da Palavra. Ensinar alguém, para trazê-lo à fé, [...] é dever de todo o pregador e, mesmo, de todo o crente.” (CIC 904)

 

O que você está ensinando aos outros através de sua palavra e de seu modo de viver? Você conhece a sua fé de modo a torná-lo(a) apto(a) para ensiná-la de modo correto e completo? Você conhece os ensinamentos da Igreja? Você já leu o Catecismo da Igreja Católica? Você já leu alguma das encíclicas do Papa? Quanto você conhece da Bíblia? Você já tentou aprender o conteúdo da Bíblia? Você procura oportunidades para partilhar a sua fé? Você alguma vez já convidou alguém a entregar sua vida a Jesus? Você já teve a oportunidade de explicar a Missa a alguém que lhe tivesse perguntado sobre ela? “Proclama a palavra, insiste, no tempo oportuno e no inoportuno, refuta, ameaça, exorta com toda paciência e doutrina.” (2Tm 4,2)

 

Oração: Pai, faz com que eu tenha fome da Tua Palavra e não seja anoréxico(a) espiritualmente.

Promessa:E os que predestinou, também os chamou; e os que chamou, também os justificou, e os que justificou, também os glorificou.” (Rm 8,30)

Louvor: Louvor a Jesus ressuscitado, Sumo Sacerdote eterno (Hb 7,24).